MANUTENÇÃO PREDITIVA – APLICAÇÃO DE SENSORES PARA COMBUSTÍVEL – NÍVEL DE COMBUSTÍVEL E FLUXO DE COMBUSTÍVEL – PLATAFORMA IOT

*MANUTENÇÃO PREDITIVA – APLICAÇÃO DE SENSORES PARA COMBUSTÍVEL – NÍVEL DE COMBUSTÍVEL E FLUXO DE COMBUSTÍVEL – PLATAFORMA IOT por Ricardo Pantoja

 

   

A manutenção preditiva (manutenção pró-ativa) é um método de manutenção da saúde da frota de veículos ou máquinas, baseado no monitoramento dos parâmetros de operação atuais, e na detecção de sinais de falhas futuras, realizando ações de reparo e substituição de consumíveis no momento da real necessidade.

 

O método de manutenção técnica proativa é uma alternativa promissora à manutenção programada, que é realizada em intervalos aprovados pela regulamentação interna da frota, independentemente da condição técnica real das peças e mecanismos.

 

Diferentemente da manutenção programada, os objetivos do método de manutenção preventiva são detectar o momento de real necessidade de manutenção e, como resultado, garantir o bom funcionamento do maquinário, reduzindo assim os custos de operação da frota do proprietário ou operador do veículo (ou outro maquinário).

 

A manutenção preditiva é mais indicada para máquinas avançadas (complexas) que trabalham em condições difíceis, que não permitem racionar o consumo de combustível, desgaste do motor ou de outras peças.

Máquinas avançadas (complexas): equipamentos de mineração e pedreiras, máquinas de construção, veículos especiais para extração de petróleo e gás, equipamentos ferroviários, transporte aquaviário, geradores a diesel e usinas de energia.

 

   

 

Considerando o preço de maquinário complexo e seus custos de manutenção, que podem chegar a 50% de todos os custos operacionais da frota, o uso de diagnósticos remotos de equipamentos 24 horas por dia, 7 dias por semana e a implementação do método de manutenção preditiva, permitem que o frotista reduza os custos totais da frota graças aos seguintes benefícios:

 

redução dos riscos de paralisação de equipamentos devido a quebras inesperadas;

 

aumentar a vida útil das máquinas através de uma operação cuidadosa;

 

otimizando a rapidez da manutenção – equipe técnica está preparada para o trabalho com antecedência;

 

melhorar a economia de combustível – por exemplo, o consumo de combustível não aumenta devido ao desgaste dos filtros de combustível;

economia na reposição de peças de reposição – as peças cujo recurso não foi desenvolvido não são atendidas.

 

         

 

A manutenção preditiva baseia-se na obtenção de dados precisos sobre a operação dos equipamentos (máquinas, veículos) – parâmetros de operação das máquinas. Quanto mais parâmetros são monitorados, mais completo é o quadro que a empresa tem sobre a operação da frota.

 

Dispositivos inteligentes adicionais, como sensores, medidores de vazão, módulos de i/o, bem como unidades de veículo padrão (sensores, unidades de controle eletrônico (ECU) são usadas ​​para medirmos parâmetros de máquinas. Dispositivos telemáticos são capazes de detectar mais de 10.000 parâmetros possíveis de operação do equipamento.

 

Os parâmetros de operação das máquinas são transmitidos para um servidor de telemática – plataforma online baseada na web usada para rastreamento por GPS, armazenamento e análise de dados. O servidor de telemática exibe os dados e relatórios recebidos do gateway de telemática e outras unidades de máquinas embarcadas, analisa as alterações nos parâmetros e gera recomendações para os usuários.

 

Uma mudança acentuada e incomum nos parâmetros operacionais pode indicar um mau funcionamento da unidade monitorada ou uma operação anormal do equipamento (máquina, veículo) por um operador ou motorista.

Exemplos de pontos de controle comuns a todos os tipos de equipamentos – Motor e sistema de combustível.

Vários grupos importantes de parâmetros:

Monitoramento de combustível – taxa de combustível instantânea (também chamada de consumo de combustível por hora), combustível total usado e dividido por modos de operação. Volume de combustível no tanque e temperatura do combustível.

Temperatura e pressão do óleo do motor e do líquido de arrefecimento. Indica o estado dos fluidos técnicos, filtros e outros consumíveis.

RPM do motor. Se o RPM for alterado dentro do mesmo modo de operação, isso pode indicar problemas com o motor (por exemplo, sistema de ignição, cilindros/pistões etc.) ou violação das regras de operação do maquinário.

 

A PANTOJA ENGINEERING & CONSULTANT em parceria com fabricantes internacionais líderes na aplicação e desenvolvimento de sensores de combustíveis, poderá ajudá-lo a terem uma frota mais eficiente, aplicando conceitos modernos em sensores para monitoramento do nível de combustível, bem como o monitoramento operacional ótimo, conseguido por sensores de fluxo de combustível.

 

Estamos ansiosos para podermos juntos melhoramos seus índices de desempenho (KPI), numa utilização mais racional e controlada de combustível, através de nossos sensores, prontos para implementações em plataformas IoT.

     

 

Entre em contato conosco pelo e-mail – contato@pantojaindustrial.com

NOVO SENSOR DE COMBUSTÍVEL 2 EM 1 – LANÇAMENTO / TECNOLOGIA S6

NOVO SENSOR DE COMBUSTÍVEL 2 EM 1 – LANÇAMENTO

 

     

 

Ele permite a medição do nível de combustível e o rastreamento da posição por GPS de caminhões e outros veículos rodoviários ou off-road.

O sensor também é usado para monitoramento de combustível de geradores a diesel e cisternas/tanques estacionários. O monitoramento do tanque de combustível 2 em 1 é implantado mais rapidamente do que o sistema de telemática comum – apenas um dispositivo é instalado. A configuração do sensor de combustível 2 em 1 GSM é possível através da Internet.

Os dados de nível de combustível, volume de combustível, coordenadas GPS e outros parâmetros operacionais das máquinas são enviados para o servidor de telemática online ou diretamente para um usuário (e-mail, SMS) pela rede GSM.
O sensor de combustível 2 em 1, detecta e alerta automaticamente o
gerente da frota sobre o enchimento do tanque de combustível e os volumes de drenagem de combustível. Como o sensor de combustível 2 em 1 é um sensor de nível de combustível online, é uma boa solução para projetos de IoT relacionados a combustível, como prédios inteligentes, fábricas inteligentes, etc.

Receptor GPS integrado e modem GSM –

O sensor de combustível 2 em 1, permite a medição do volume do tanque de combustível e o rastreamento da posição do satélite em tempo real por GPS e GLONASS. Os dados são transmitidos para a Internet através da rede celular GSM.

Sensor de Combustível 2 em 1 é a solução de hardware pronta para uso para monitoramento de combustível e rastreamento de localização de veículos.

Configuração remota via Internet –

As configurações do sensor 2 em 1, podem ser ajustadas localmente durante a instalação do sensor de nível de combustível ou remotamente pela Internet. O especialista de suporte técnico pode alterar as configurações do escritório, sem qualquer contato físico com o sensor e sem a necessidade de pedir ao operador da frota para parar o veículo, onde o sensor está instalado.

Reconhecendo eventos e enviando relatórios prontos para uso –

O sensor de combustível 2 em 1, gera até 20 diferentes relatórios analíticos prontos para uso, contendo dados de volume de combustível, localização do veículo, velocidade, direção do movimento, etc. Os relatórios são gerados regularmente (de 10 s a 24 h) ou mediante reconhecimento de eventos. Evento é uma situação em que os parâmetros operacionais mudam, por ex. partida/parada do motor, reabastecimento do tanque, roubo de combustível do tanque, excesso de velocidade, etc.

Funcionamento sem servidor –

O sensor de combustível 2 em 1, pode funcionar sem servidor de telemática, pois os relatórios são enviados diretamente ao usuário via SMS e e-mail. Esse recurso é especialmente útil para proprietários de máquinas estacionárias, que não precisam de posição de GPS, mas exigem transferência de dados de combustível sem fio.

 

 

CAN j1939/S6 é uma interface baseada em CAN (SAE J1939), que permite criar uma rede de sensores inteligentes dentro de um veículo ou objeto estacionário.

 

A principal vantagem da interface telemática CAN j1939/S6 é a conexão de todos os equipamentos (unidades on-board) por um único cabo, o que garante alimentação, configuração e transferência de dados para uma unidade telemática. Assim, o CAN j1939/S6 permite economizar espaço de cabeamento e reduzir o tempo necessário para conexão e configuração dos equipamentos.

 

Na telemática de veículos, o CAN j1939/S6 é usado para coleta de dados de equipamentos padrão e adicionais do veículo, juntamente com coleta de dados de um ou vários barramentos CAN automotivos e sua integração no sistema de telemática do veículo.

 

A arquitetura da interface telemática CAN j1939/S6 é baseada na ideia de um sistema de cabeamento único, interfaces físicas e protocolos:

interface física CAN 2.0B é usada para transferência de dados entre as unidades on-board;

a sequência de transferência de dados é definida pela camada de enlace de dados de acordo com os requisitos do padrão SAE J1939/21;

parâmetros, estrutura e conteúdo dos dados transferidos são definidos pela Camada de Aplicação do Veículo por SAE J1939/71 e Banco de Dados S6.

 

 

Vantagens da interface telemática CAN j1939/S6

 

Para o integrador de sistemas de telemática:

 

– monitoramento em tempo real de grande conjunto de parâmetros do veículo com apenas uma unidade de telemática a bordo (rastreador GPS);

– fácil extensão da funcionalidade do sistema telemático, expandindo o conjunto de equipamentos de bordo;

– encaixotamento de sistema telemático de qualquer complexidade.

 

Para engenheiros de projeto de circuitos:

 

– simplificando o projeto da unidade telemática para apenas uma interface de entrada;

 

CAN (SAE J1939).

 

Para desenvolvedores de unidades de telemática:

 

– quantidade crescente de informações da unidade de telemática com 3500 SPN telemáticos exclusivos (além do protocolo SAE J1939 padrão);

 

– integração de dados simples de sensores inteligentes e outra unidade de bordo via interface CAN j1939/S6.

 

Para especialistas em instalação:

 

– sistema de cabeamento confiável garante alta resistência à interferência e minimiza a probabilidade de conexão elétrica incorreta do equipamento;

 

– conexão simultânea de vários equipamentos de bordo do veículo através de um único cabo;

 

– instalação mais rápida de cabos e configuração de equipamentos integrados via interface K-Line.

 

 

Informações e Projetos – Eng. Ricardo Pantoja – contato@pantojaindustial.com #iot

Monitoramento Técnico Remoto de Locomotivas – Implementando a Manutenção Preditiva por Eng. Ricardo Pantoja

Monitoramento Técnico Remoto de Locomotivas – Implementando a Manutenção Preditiva por Eng. Ricardo Pantoja

 

 

 

O sistema de telemática ferroviária é utilizado para o monitoramento remoto de parâmetros operacionais de locomotivas e máquinas ferroviárias: medição de consumo de combustível, detecção de enchimento e drenagem do tanque de combustível, monitoramento do volume de combustível restante no tanque; registro do tempo total de operação de cada motor (gerador) nos modos de trabalho “Aquecimento” e “Ótimo”; diagnóstico de códigos de erro e mau funcionamento do motor, condição do sistema de combustível e outras unidades do maquinário.

 

O monitoramento do maquinário ferroviário permite ajustar as cotas de consumo de combustível, evitar o roubo de combustível dos tanques e linhas de combustível, reduzir o consumo improdutivo e excessivo de combustível, programar o reabastecimento dos tanques de combustível das locomotivas.

O diagnóstico remoto do motor (motores) oferece a oportunidade de implementar uma abordagem de manutenção preditiva, o que significa realizar a manutenção técnica de máquinas “just in time”: reparo do sistema de combustível e outros equipamentos, substituição de filtros de combustível, óleo do motor e outros consumíveis levando em consideração o real desgaste.

 

 

Monitoramento de parâmetros

 

Consumo de combustível e tempo de operação dos grupos geradores principal e reserva em vários modos de operação – aquecimento, modo de carga normal.

Volume e temperatura precisos do combustível nos tanques principal e de alimentação, além do volume total de combustível.

Dados do barramento CAN padrão e interface CAN j1939/S6 – temperatura, nível e pressão de líquidos.

Quilometragem entre a manutenção atual.

Tensão de alimentação a bordo.

Tempo de operação do motor no modo Adulteração/Interferência.

Detecção de eventos.

Dreno/Abastecimento de combustível, partida/parada do grupo gerador.

Adulteração de consumo de combustível, falhas e mau funcionamento do motor.

Notificação de eventos via SMS e e-mail.

 

 

Durante quatro meses enquanto os medidores de fluxo de combustível estão em operação, a economia de combustível chegou a 20%. O sistema de monitoramento de consumo de combustível, baseado em medidores de vazão de combustível e terminais , mostrou alta precisão de medição e operação sem problemas.

 

A construção robusta dos medidores de vazão de combustível , garantem um desempenho mesmo em ambientes hostis. O medidor de vazão é protegido contra adulteração e manipulações não autorizadas.

 

Relatórios analíticos de combustível e tempo de operação do motor, gerados a partir dos dados recebidos do terminal  permitem que a alta direção decida sobre as formas de aumentar a eficiência das máquinas. Durante a operação do sistema de monitoramento de consumo de combustível, o desempenho das máquinas aumentou em 10%.

 

 

Informações e Projetos – Eng. Ricardo Pantoja – contato@pantojaindustrial.com

Monitoramento do consumo de combustível e o Sistema de Pagamento baseado em desempenho para motoristas e operadores do equipamento

Monitoramento do consumo de combustível e o Sistema de Pagamento baseado em desempenho para motoristas e operadores do equipamento por Eng. Ricardo Pantoja

 

 

O monitoramento do consumo de combustível para veículos e objetos estacionários permite que um proprietário de máquinas ou operador de frota resolva várias tarefas:

Otimizando os modos de operação de máquinas;

Monitoramento de horas de motor e tempo de inatividade de máquinas;

Recálculo de cotas de consumo de combustível;

Prevenção de roubo de combustível;

Previsão da data de manutenção.

 

Para alcançar o modo de operação ideal dos veículos:

um motorista pode selecionar o modo de operação do motor com economia de recursos usando dados de RPM e taxa de combustível;

um mecânico pode monitorar as informações de consumo de combustível usando o sistema de telemática online, supervisionar remotamente as condições técnicas do motor e do sistema de combustível, agendar a manutenção técnica levando em consideração as condições reais de operação do equipamento.

 

Quase todos os proprietários de frotas enfrentam roubo de combustível durante a operação de veículos ou máquinas estacionárias.

A maior porcentagem de uso indevido de combustível ocorre com máquinas de construção, agrícolas e outras, onde o combustível é contabilizado de acordo com as horas do motor. Drenagem do tanque de combustível, falta de combustível no tanque, fraude com vales de dinheiro e cartões de combustível são os métodos mais comuns de roubo de combustível.

Eles podem ser eliminados com a introdução de um sistema de monitoramento de consumo de combustível.

*Benefícios de implementar o monitoramento do consumo de combustível –

O controle do consumo de combustível permite eliminar o roubo de combustível em uma frota e, assim, ajuda a reduzir as despesas totais com combustível e os custos da frota.

Outra tarefa importante é resolvida – o monitoramento do tempo de operação do motor. Isso ajuda o gerente de frota a excluir o uso inadequado ou o tempo de inatividade excessivo do maquinário.

O registro do tempo de operação do motor também ajuda a mudar para um sistema de pagamento baseado em desempenho para motoristas e operadores do equipamento. Isso significa que os motoristas são pagos pelo tempo de trabalho real e alcançam a pontuação de economia de combustível.

O sistema de monitoramento do consumo de combustível permite ao proprietário da máquina recalcular as cotas de consumo de combustível para cada unidade do equipamento.

A nossa experiência mostra que as frotas, que operam tratores menos comuns ou veículos especiais, têm apenas uma ideia geral do consumo real de diesel. As taxas de consumo (cotas) aprovadas por órgãos governamentais ou pela documentação interna da empresa também são imprecisas, pois não incluem influência das condições de trabalho das máquinas.

Assim, a implementação de um sistema de controle de consumo de combustível confere ao frotista um efeito econômico multidirecional:

Aumento do desempenho da frota;

Maior economia de combustível e economia de combustível e lubrificantes;

Introdução do sistema de remuneração baseado no desempenho para o trabalho realmente realizado;

Maior vida útil da máquina, redução dos custos de reparo e manutenção.

Informações e Projetos – Eng. Ricardo Pantoja – contato@pantojaindustrial.com

Case Mineração- Instalação do medidor de fluxo de combustível off-road em um caminhão CAT 777

Case Mineração- Instalação do medidor de fluxo de combustível off-road em um caminhão CAT 777

 

É usado o modo diferencial de operação dos medidores de fluxo, onde  um medidor de fluxo off-road é instalado em uma linha de abastecimento de combustível, e o segundo medidor de fluxo – no “retorno”.

Os medidores de vazão de combustível são instalados de acordo com o esquema de “pressão”, ou seja, após o filtro de malha fina e a bomba de injeção de combustível diesel.

Dados, transmitidos para a unidade telemática (rastreador GPS):

Consumo diferencial instantâneo de combustível;

Consumo total de combustível;

Consumo de combustível em uma linha de abastecimento de combustível;

Consumo de combustível no “retorno;

Consumo de combustível e tempo de funcionamento do motor em diferentes modos de funcionamento do motor: marcha lenta, ideal, sobrecarga e violação.

Também é usado para monitorar o consumo de combustível e o tempo de operação do motor (consumidor de combustível) e adequado para:

transporte aquaviário – embarcações marítimas e fluviais;

locomotivas e máquinas ferroviárias;

máquinas para pedreiras e mineração;

potentes geradores a diesel, caldeiras, queimadores.

 

Tarefas

 

Otimização do consumo de combustível;

Uso indevido de combustível e detecção de roubo;

Monitoramento do consumo de combustível;

Teste do motor para consumo de combustível;

Monitoramento de horas de máquina.

 

 

Informações e Projetos – Eng. Ricardo Pantoja – contato@pantojaindustrial.com